Doenças

Hidrocele / Hérnia Inguinal

Antes do bebê nascer ele possui uma abertura na musculatura, na parte inferior do abdome, por onde o testículo desce e chega à bolsa escrotal (o testículo forma-se dentro do abdome). Esta pequena abertura deve estar fechada por volta do nascimento. Na eventualidade desta abertura permanecer aberta, líquido intra-abdominal poderá drenar através desta falha muscular para dentro do escroto, levando à coleção de líquido conhecida como hidrocele.

Hérnia Inguinal

Se a abertura desta musculatura é ainda maior, poderá haver a passagem de alças intestinais através desta abertura, levando ao que chamamos de hárnia inguinal. Normalmente as crianças que tem hérnia inguinal apresentam abaulamento da região inguinal ou escrotal. Muitas vezes a hérnia inguinal é bilateral, mesmo que ao exame físico inicial não seja visualizada.
As hérnias são mais frequentes nos prematuros. Embora sejam mais comuns em recém-nascidos, crianças com mais idade também podem ter hérnia inguinal.

Tratamento

A hidrocele poderá ter resolução espontânea nos primeiros meses de vida. Caso não haja resolução com o crescimento do bebê, a correção cirúrgica através de uma pequena incisão na região inguinal resolverá o problema. O líquido será drenado e a abertura será fechada através de um ponto cirúrgico.A cirurgia é feita em regime ambulatorial, e a criança após 4 horas poderá retornar para casa.

No caso de hérnia inguinal, a indicação de cirurgia é obrigatória. Na maioria das vezes não há urgência ou emergência para a correção do defeito. A cirurgia é realizada através de uma pequena incisão na região inguinal. Os pontos cirúrgicos são absorvíveis, de modo que não há necessidade de retirar pontos no pós-operatório. A criança submetida à correção de hérnia inguinal é liberada no mesmo dia para casa.