Notícias

97% dos meninos nascem com fimose

Dificuldade de higienização, maior probabilidade de infecções locais e infecções urinárias nas crianças são algumas das consequências da fimose. Estimativas apontam que cerca de 97% dos meninos nascem com o problema. Esse número cai para cerca de 10% aos 3 anos de idade e gira em torno de 1 a 3% nos adolescentes. A fimose ocorre quando ao se puxar a pele do prepúcio não é possível expor a cabeça do pênis.

Na maior parte dos casos não é necessário qualquer tratamento, a fimose melhora espontaneamente. Entretanto, há casos em que a pele que envolve a cabeça do pênis é bastante fechada e com tecido cicatricial. Outras vezes a criança desenvolve inflamações de repetição e infecção urinária.